Francisco Gomes Fragoso 
alias Kwame KONDE
né en 1940

Biographie

Francisco Gomes Fragoso, plus connu sous le nom de Kwame Konde, est né en 1940, sur l'île de Santiago.
Fils de Maria do Livramento Cardoso et de Manuel Maria Gomes Fragoso, il suit son cursus scolaire sur son île natale.
Par la suite, il effectue des études en médecine à Lisbonne, en particulier à l'Hôpital de Santa Maria), qui le conduise tout naturellement à être médecin, au service de la guérilla révolutionnaire, dans un premier temps. Puis, il se perfectionne en chirurgie à Paris et puis, en Belgique, à la Clinique universitaire de Saint-Luc (rattachée à l'Université de Louvain la Neuve). Après quoi, il entre au Centro da medicina de trabalho do gabinete da área de Sines (CEMETRA), au Portugal, et collabore avec l'Hospital distrital de Santiago de Cacém juqu'en 1988.
Dans les mêmes années, il devient le directeur de la troupe de théâtre Korda kauberdi.
Puis, de retour au Cap Vert, il devient médecin à l'Hôpital Agostinho Neto (HAN) de Praia.
Francisco Gomes Fragoso est donc tout à la fois médecin, poète, essayiste, metteur en scène.

haut

Oeuvres littéraires


Francisco Fragoso débute dans le monde littéraire au lycée où il anime le Jornal de Parede.
A travers le groupe Kordá Kauberdi, il publie plusieurs recueils de poèmes.
Mais il faut attendre les années 2010 pour qu'il mette à plat sa vision théorique et pratique du théâtre et de la mise en scène à travers la publication de 5 ouvrages.
Il collabore occasionnellement avec des périodiques tels que Voz di povo, A semana, África, Ponto e vírgula, África lusofóna...
Entre 2003 et 2014, il participe au blog África minha. (web)

haut


A venir!

Bibliographie


Oeuvres

  • Evocações, Lisboa: Chiado Editora, 06/2017, 334 p., 22 cm.  (coll. Palavras soltas)
  • Glossário no âmbito do teatro, Lisboa: Chiado Editora, 2015, 670 p., 22 cm. (coll. Compendium)
  • Glossário médico oportuno, Lisboa: Chiado Editora, 2014, 638 p., 22 cm.
  • Espicilégo: antologia: estudando a medicina na sua assunção (eminentemente) humana, Lisboa: Chiado Editora, 2 vol., 2014, 165 p. + 233 p., 22 cm. (coll. Compendium, n° 2)
  • Espicilégo: antologia de estudos ensaísticos oportunos...: vol. 1, No durâmen da dança e do ballet, Lisboa: Chiado Editora, 2013, 187 p., 22 cm.
  • Manuel de teatro: vol. III, Prática teatral e cénica, Lisboa: Chiado Editora, 03/2012, 277 p., 22 cm.
  • Manuel de teatro: vol. II, Estudo ensaístico sobre noção, conceito de teatro, Lisboa: Chiado Editora, 03/2012, 39 p., 22 cm.
  • Manuel de teatro: vol. I, Epítome para uma aprendizagem adequada e proficua da arte cénica, Lisboa: Chiado Editora, 06/2011, 84 p., 22 cm.
  • Escritos sobre teatro, Praia: Artiletra Editora - Ed. do autor, 05/2010, 198 p.
  • No imo da pedra (poema em três cantos), Lisboa: Chiado Editora, 2009, 31 p., 21 cm.

Périodiques

  • Francisco Fragoso, "Crónica de Lisboa: a propósito da questão que se prende com o fim (?) dos jornais e o futuro da informação: exercício primeiro", Artiletra: JORE / Jornal revista de educação, ciência e cultura, ano XXIV, n° 134-135 (01/2016), p. 25
  • Francisco Fragoso, "Crónica de Lisboa: recordando o mestre e amigo, Dr. Arnaldo França (1925-2015), Artiletra: JORE / Jornal revista de educação, ciência e cultura, ano XXIV, n° 132-133 (11-12/2015), p. 14-15
  • Francisco Fragoso, "Crónica de Lisboa: estudando adequadamente esta genial obra-prima, que é a peça En attendant Godot  da lavra do dramaturge irlandes Samuel Beckett (1906-1989)", Artiletra: JORE / Jornal revista de educação, ciência e cultura, ano XXIV, n° 130-131 (07-08/2015), p. 27
  • Francisco Fragoso / Kwame Kondé, "Crónica de Lisboa: estudando o ALFABETO. Prolegómenos", Artiletra: JORE / Jornal revista de educação, ciência e cultura, ano XXIV, n° 128-129 (04-05/2015), p. 6
  • Francisco Fragoso, "Crónica de Lisboa: estudando o teatro «soit disant» popular, ou melhor dito: teatro ao serviço do povo", Artiletra: JORE / Jornal revista de educação, ciência e cultura, ano XXIII (sic), n° 126-127 (12/2014), p. 18
  • Francisco Fragoso / Kwame Kondé, "Da relevância de ser Eugénio Tavares", Artiletra: JORE / Jornal revista de educação, ciência e cultura, ano XX, n° 122-123 (05-06/2014), p. 37
  • "Fernando Mourão: homenagem merecida", África: revista do Centro de estudos africanos  ​(São Paulo), n° especial (2012), p. 287-296  (web)
  • "Paul Eluard traduzido por Kwame Kondé: Liberté – Liberdadi", Artiletra: JORE / Jornal revista de educação, ciência e cultura, ano XX, n° 111 (12/2011 - 01/2012), p. 20
  • África: revista do Centro de estudos africanos  ​(São Paulo), n° 24-26 (2009):
  1. "Sucinto perfil de Félix Monteiro (1909 - 2002)", p. 379-380  (web)
  2. "Félix Monteiro: um homem com H maiúsculo e um Cabo-Verdiano de primeira água: um apontamento (pessoal) de Francisco Fragoso, à guisa de sentida homenagem", p. 381-389  (web)
  • Francisco Fragoso, "Crónica de Lisboa: poemas dialecticamente construidos no Remanso da Vida (continuação do número anterior)", Artiletra: JORE / Jornal revista de educação, ciência e cultura, ano XVIII, n° 89-90 (04-05/2008), p. 20
  • Artiletra: JORE / Jornal revista de educação, ciência e cultura, ano XVI, n° 83 (06/2007):
  1. Francisco Fragoso, "Crónica de Lisboa: temas de medicina (continuação do número anterior)", p. 19
  2. Francisco Fragoso, "Do Dia internacional da dança: 29 de Abril de 2007", p. 19
  • Francisco Fragoso, "Crónica de Lisboa: temas de medicina", Artiletra: JORE / Jornal revista de educação, ciência e cultura, ano XVI, n° 82 (03-04/2007), p. 20
  • Francisco Fragoso, "Crónica de Lisboa: temas de medicina", Artiletra: JORE / Jornal revista de educação, ciência e cultura, ano XVI, n° 81 (12/2006 - 01/2007), p. 10
  • Francisco Fragoso, "Crónica de Lisboa: lendo atenta e sagazmente… (continuação do número anterior)", Artiletra: JORE / Jornal revista de educação, ciência e cultura, ano XVI (sic), n° 80 (12/2006), p. 22
  • Francisco Fragoso, "Crónica de Lisboa: Lendo atenta e sagazmente o mundo dos nossos dias, pensando dextramente no advento de um porvir prenhe de esperança, apesar de tudo", Artiletra: JORE / Jornal revista de educação, ciência e cultura, ano XVI (sic), n° 78 (10-11/2006), p. 22
  • Francisco Fragoso, "Luís Romano: um verdadeiro senhor letrado do nosso país-arquipélago", Artiletra: JORE / Jornal revista de educação, ciência e cultura, ano XIV, n° 76 (02/2006), p. 10 + 20
  • Francisco Fragoso, "Crónica de Lisboa: Assomada nocturna: uma leitura / estudo", Artiletra: JORE / Jornal revista de educação, ciência e cultura, ano XIV, n° 75 (01/2006), p. 25-26
  • Francisco Fragoso, "Crónica de Lisboa: Das mensagens internacionais do Dia mundial do teatro: uma referenciação pedagógica, consentânea e oportuna", Artiletra: JORE / Jornal revista de educação, ciência e cultura, ano XIV, n° 67 (04-05/2005), p. 22
  • Francisco Fragoso, "Crónica de Lisboa: do teatro para o desenvolvimento", Artiletra: JORE / Jornal revista de educação, ciência e cultura, ano XIII, n° 66 (02-03/2005), p. 11
  • Francisco Fragoso, "Crónica de Lisboa: temas de medicina (III)", Artiletra: JORE / Jornal revista de educação, ciência e cultura, ano XIII, n° 65 (12/2004 - 01/2005), p. 18
  • Francisco Fragoso, "Crónica de Lisboa: um breve e singelo apontamento sobre Ildo Lobo (1953-2004)", Artiletra: JORE / Jornal revista de educação, ciência e cultura, ano XIII, n° 61-62 (11-12/2004), p. 5
  • África: revista do Centro de estudos africanos  ​(São Paulo), n° 22-23 (2004):
  1. "A força do teatro...", p. 351-353  (web)
  2. "Da avidez e do gosto pelo teatro do caboverdiano", p. 355-358  (web)
  • Francisco Fragoso, "Crónica de Lisboa: da Associação dos antigos alunos do Ensino secundário de Cabo Verde", Artiletra: JORE / Jornal revista de educação, ciência e cultura, ano XII, n° 52 (07-08/2003), p. 16
  • "Uma breve incursão nos meandros do conceito de cultura", África lusófona: política, economia, sociedade, ano II, n° 14 (04/2003), p. 8-9
  • Francisco Fragoso, "Crónica de Lisboa: Tchim Tabari, uma das grandes divas da cultura cabo-verdiana", Artiletra: JORE / Jornal revista de educação, ciência e cultura, ano XI, n° 47-48 (10-11/2002), p. 18
  • Artiletra: JORE / Jornal revista de educação, ciência e cultura, ano XI, n° 45 (05-06/2002):
  1. Francisco Fragoso, "Crónica de Lisboa: do idioma cabo-verdiano e da eutanásia", p. 18
  2. Francisco Fragoso, "Epístola de Lisboa : na peúgada das literaturas de África negra: uma visão panorâmica", p. 22
  • Francisco Fragoso, "Marcar presença", Artiletra: JORE / Jornal revista de educação, ciência e cultura, ano X, n° 43-44 (03-04/2002), p. 22
  • "Da formação e composição do grupo cénico Kordá Kauberdi", A semana, ano VIII, n° 433 (1999), p. 26
  • África: revista do Centro de estudos africanos  ​(São Paulo), n° 9 (1986):
  • F.F. / Fernando Augusto Albuquerque Mourão, "In memoriam: Cheikh Anta Diop / António Aurélio Gonçalves", África: revista do Centro de estudos africanos  ​(São Paulo), n° 9 (1986), p. 173-176  (web)
  • "E nós humilde mortal...", Ponto e vírgula: revista de intercâmbio cultural, n° 14 (1985), p. 10-12
  • "Uma leitura da poética de Jorge Barbosa", África: revista do Centro de estudos áfricanos  (São Paulo), n° 5 (1982), p. 105-111  (web)
  • "A força da cultura no seio dos emigrantes", Voz di povo  (Praia), ano V, n° especial (1980), p. 17
  • Caderno Kordá Kauberdi, n° 2 (1980):
  1. "A força da cultura no seio dos emigrantes", p. 10-17
  2. "Dos dois último exercícios (o 7o e 8o) do grupo cénico Kordá Kauberdi", p. 19-23
  3. "Anansegoro: prestarás juramento", p. 55-72
  • Caderno Kordá Kauberdi, n° 1 (1979-1980):
  1. "Kordá Kauberdi: espectáculos montados ou exercícios dramáticos", p. 11-13
  2. "Primeiro exercício dramático do grupo Kordá Kauberdi", p. 15-16
  3. "Storia dum pobo: segundo exercício dramático do grupo cénico Kordá Kauberdi", p. 17-18
  4. "Terceiro exercício dramático do grupo cénico Kordá Kauberdi", p. 19-22
  5. "Do teatro em Cabo Verde: uma arte genuinamente popular", p. 29-35
  6. "Sexto exercício dramático do grupo cénico Kordá Kauberdi, na comemoração do seu 3o aniversário e dedicado ao teatro campesino", p. 36-38
  7. "Da actividade teatral em Cabo Verde através de outros grupos cénicos", p. 52-55
  8. "Das relações dialécticas entre o teatro e o cinema", p. 56-61
  • "Morta-Vida-Poeta", África: revista do Centro de estudos áfricanos  (São Paulo), n° 2 (1979), p. 122-127  (web)
  • "Morte - Vida - Poeta", Seara nova, n° 1'594-1'595 (08-09/1978), p. 51-52  (web)
  • "A questão do cinema em Cabo Verde", Voz di povo, ano IV, n° 165 (1978), p. 9
  • "Renunciando pasárgada", Novo jornal de Cabo Verde: orgão do Gabinete de informação do Governo, ano I, n° 27 (1975), p. 7-8

Recueils collectifs - Anthologies - Autres

  • "Da avidez e do gosto pelo teatro do Cabo-Verdiano", in Pires Laranjeira / Maria João Simões / Lola Geraldes Xavier (ed.), Estudos de literaturas africanas: cinco povos, cinco nações, Coimbra: Novo Imbondeiro, 2005, p. 280-282
  • "Depoimento", in Artur Vieira, Assim me prende a musa: poesias, Vitória (?): Ed. do autor, 2005, p. 7-9
  • "Prefácio", in João Branco, Nação teatro: história do teatro em Cabo Verde, Praia: IBNL, 2004, 438 p., 25 cm.
  • Luís Romano (ed.), Contravento. Antologia bilingue de poesia cabo-verdiana, Taunton (MA / USA): Atlantis Publishers, 1982:
  1. "Kaminho grandi / Caminho longo", p. 134-138
  2. "Oji / Hoje", p. 139
  3. "África / África", p. 140-141
  • Mário de Andrade (ed.), Antologia temática da poesia africana, vol. II: O canto armado, Lisboa: Sá da Costa, 1979:
  1. "Aqui no mato", p. 154-155
  2. "Revolução", p. 156
  • Francisco Fragoso (ed.), Renunciando pasárgada, Korbeek: Ed. do autor, 1974, 56 p.:
  1. "Renunciando pasárgada ou estudo diacrónico-sincrónico sobre o verdadeiro caminho da literatura caboverdiana", p. 9-21
  2. "Kaminho grandi", p. 37
  3. "Aqui no mato", p. 38-39
  4. "Balentis de Pidjiguiti", p. 40
  5. "No escquecimento se quedaram as ilhas", p. 41-42

haut

Etudes critiques


  • António Neves, "Francisco Fragoso estuda 100 médicos e os seus contributos ao teatro", A nação: jornal independente, n° 520 (17/08/2017), p. E3
  • Artiletra: JORE / Jornal revista de educação, ciência e cultura, ano XXIV, n° 134-135 (01/2016):
  1. Larissa Rodrigues, "Entrevista com Francisco Fragoso: a profissão de médico à a profissão mais nobre da humanidade", p. 12-14
  2. Pedro Rodrigues, "Escritos sobre teatro  de Kwame Kondé", p. 14
  • "Kwame Kondé: não se faz teatro em Cabo Verde", sapomuzika, 04/04/2013, en ligne  (web)

No imo da pedra

(2009)

Escritos sobre teatro

(2010)

manuel do teatro 1

(2011)

manuel do teatro 2

(2012)

manuel do teatro 2

(2012)

Espicilégo 1

(2013)

Espicilégo 2a

(2014)

Espicilégo 2b

(2014)

Glossário médico...

(2014)

Glossário teatro...

(2015)

Evocações

(2017)